Justiça brasileira acovarda-se diante de comendador criminoso

Autoridades temem o criminoso Stédile, condecorado com alta comenda. Ele invade, incita, mas covardemente sempre arruma alguém para colocar em seu lugar. Sempre debochando dos valores e símbolos nacionais
Autoridades temem o criminoso Stédile, condecorado com alta comenda. Ele invade, incita, mas covardemente sempre arruma alguém para colocar em seu lugar. Sempre debochando dos valores e símbolos nacionais

Bandidos incitados por discurso de João Pedro Stédile ameaçam insurgirem-se contra autoridades caso estas “atentem” contra a  liberdade de Luiz Inácio Lula da Silva, ou caso o Congresso vote pelo impedimento de Dilma Rousseff, presidente do Brasil, cuja administração é participante de vários escândalos de corrupção.

JOÃO PEDRO STÉDILE É UMA AMEAÇA QUE NÃO DEVERIA ESTAR EM LIBERDADE
JOÃO PEDRO STÉDILE É UMA AMEAÇA QUE NÃO DEVERIA ESTAR EM LIBERDADE

Da Página do MST
Em manifesto, militantes de movimentos populares, sindicais, pastorais e partidos políticos reagem ao golpismo da oposição contra a presidente Dilma Rousseff. O grupo também denuncia ‘justiceiros’ do Judiciário, em referência à condução da Lava Jato pelo juiz Sérgio Moro e pela força-tarefa do MP.
Leia:
Nós, militantes de movimentos populares, sindicais, pastorais e partidos políticos, manifestamos o que segue:
1. Não aceitaremos a quebra da legalidade democrática, sob que pretexto for.
2. O povo brasileiro foi as urnas e escolheu, para um mandato de quatro anos, a presidenta da República, 27 governadores de estado, os deputados e deputadas que compõem a Câmara dos Deputados e as Assembleias Legislativas, assim como elegeu para um mandato de 8 anos 1/3 do Senado Federal. Os inconformados com o resultado das eleições ou com as ações dos mandatos recém-nomeados têm todo o direito de fazer oposição, manifestar-se e lançar mão de todos os recursos previstos em lei. Mas consideramos inaceitável e nos insurgimos contra as reiteradas tentativas de setores da oposição e do oligopólio da mídia, que buscam criar, através de procedimentos ilegais, pretextos artificiais para a interrupção da legalidade democrática.
3. O povo brasileiro escolheu, em 1993, manter o presidencialismo. Desde então, a relação entre o presidente FORO DE SÃO PAULONNN da República e o Congresso Nacional já passou por diversas fases. Mas nunca se viu o que se está vendo agora: a tentativa, por parte do presidente da Câmara dos Deputados, às vezes em conluio com o presidente do Senado, de usurpar os poderes presidenciais e impor, ao país, uma pauta conservadora que não foi a vitoriosa nas eleições de 2014. Contra esta coalizão eventual que no momento prevalece no Congresso Nacional – disposta a aprovar uma reforma política conservadora, a redução da maioridade penal, a violação da CLT via aprovação do PL 4330, a alteração na Lei da Partilha, dentre tantas outras medidas – convocamos o povo brasileiro a manifestar-se, a pressionar os legisladores, para que respeitem os direitos das verdadeiras maiorias, a democracia, os direitos sociais, os direitos dos trabalhadores e trabalhadoras, os direitos humanos, os direitos das mulheres, da juventude, dos negros e negras, dos LGBTT, dos povos indígenas, das comunidades quilombolas, o direito ao bem-estar, ao desenvolvimento e à soberania nacional.
4. A Constituição Brasileira de 1988 estabelece a separação e o equilíbrio entre os poderes. Os poderes

Ex Ministro fernando Pimentel, hoje Governador de MG condecora o CRIMINOSO  STÉDILE
Ex Ministro Fernando Pimentel, hoje Governador de MG condecora o CRIMINOSO STÉDILE

Executivo e Legislativo são submetidos regularmente ao crivo popular. Mas só recentemente o poder Judiciário começou a experimentar formas ainda muito tímidas de supervisão, e basicamente pelos seus próprios integrantes. E esta supervisão vem demonstrando o que todos sabíamos desde há muito: a corrupção, o nepotismo, a arbitrariedade e os altos salários são pragas que também afetam o Poder Judiciário, assim como o Ministério Público. O mais grave, contudo, é a disposição que setores do Judiciário e do Ministério Público vem crescentemente demonstrando, de querer substituir o papel dos outros poderes, assumir papel de Polícia e desrespeitar a Constituição. Convocamos todos os setores democráticos a reafirmar as liberdades constitucionais básicas, entre as quais a de que ninguém será considerado culpado sem devido julgamento: justiça sim, justiceiros não!
5. A Constituição Brasileira de 1988 proíbe o monopólio na Comunicação. Apesar disto, os meios de comunicação no Brasil são controlados por um oligopólio. Contra este pequeno número de empresas de natureza familiar, que corrompe e distorce cotidianamente a verdade, a serviço dos seus interesses políticos e empresariais, chamamos os setores democráticos e populares a lutar em defesa da Lei da Mídia Democrática, que garanta a verdadeira liberdade de expressão, de comunicação e de imprensa.
6. Um consórcio entre forças políticas conservadoras, o oligopólio da mídia, setores do judiciário e da Polícia trabalham para quebrar a legalidade democrática. Aproveitam-se para isto de erros cometidos por setores democráticos e populares, entre os quais aqueles cometidos pelo governo federal. Os que assinam este Manifesto não confundem as coisas: estamos na linha de frente da luta por mudanças profundas no país, por outra política econômica, contra o ajuste fiscal e contra a corrupção. E por isto mesmo não aceitaremos nenhuma quebra da legalidade.
7. Concluímos manifestando nossa total solidariedade à luta do povo grego por soberania, democracia e bem-estar, contra as imposições do capital financeiro transnacional.
Em defesa dos direitos dos trabalhadores e das trabalhadoras!
Em defesa dos direitos sociais do povo brasileiro!
Em defesa da democracia!
Em defesa da soberania nacional!
Em defesa das reformas estruturais e populares!
Em defesa da integração latino-americana!
Brasil, 1 de julho de 2015

Mais um pouco sobre a vida criminosa do condecorado STÉDILE.

images (1).jpgrit

pageytky

Instituto Lula, onde todo o mal é concebido

exército de STEDILE "trabalha" enquanto as Forças Armadas do Brasil dormem em berço explêndido

Exército de STEDILE e do INSTITUTO LULA  “trabalha” enquanto as Forças Armadas do Brasil dormem em berço explêndido

O Brasil foi abandonado e esquecido. Vagabundos do Instituto Lula, onde são recebidos criminosos como Stedile , tramam dioturnamente contra a Nação. Estratégias são ali são criadas, mas nenhuma que não vise o fortalecimento do sórdido plano de poder do maldito  e vagabundo LUIZ INÁCIO DA SILVA.

 

quem esses bandidos vagabundos pensam ser? Que direitos imaginam ter? Onde estão as autoridades que nada fazem?

como é que pode casais jovens de 25, 30 anos de idade engrossarem fileiras para exigir moradia do governo?? Não pensam em trabalhar, conquistar com o suor , produzir, Será que não atentam para o fato de que viveram, no mínimo, mais 60 anos? O que mais irão exigir do governo? VÃO TRABALHAR, VAGABUNDOS ORDINÁRIOS....A SOCIEDADE PRODUTIVA DESTE PAÍS NÃO É OBRIGADA  A CUSTEAR CASAS PARA JOVENS VAGABUNDOS...

Como é que pode casais jovens de 25, 30 anos de idade engrossando fileiras para exigirem moradia do governo? Não pensam em trabalhar, conquistar com o suor, produzir? Será que não atentam para o fato de que viverão, no mínimo, mais 60 anos? O que pretendem fazer durante este tempo? Quantas bolsas exigirão? O que mais irão exigir do governo?
VÃO TRABALHAR, VAGABUNDOS ORDINÁRIOS…A SOCIEDADE PRODUTIVA DESTE PAÍS NÃO É OBRIGADA A CUSTEAR CASAS PARA JOVENS VAGABUNDOS…

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA11041457_423540891154676_1876915377_n

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA10867214_423538681154897_1041510208_n

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ASSIM FALAM OS PATRIOTAS

DEVOLUÇÃO DE MEDALHA DA INCONFIDÊNCIA

Excelentíssimo Senhor Fernando Pimentel
DD. Governador do Estado de Minas Gerais
“Minas Gerais não aceita a paz morna da submissão” (Governador Itamar Franco)
Senhor Governador.
No ano de l982 fui agraciado pelo Governo do meu estado com a Medalha da Inconfidência.
Era então, Diretor do Colégio Tiradentes da Policia Militar sediado em Barbacena e Comandante Geral da mesma Corporação o Coronel PM Jair Cançado Coutinho, sendo Governador do Estado o Dr. Francelino Pereira dos Santos.
Por indicação daquele Comandante fui agraciado pelo Governador com esta comenda pelos “relevantes serviços prestados” à gloriosa Polícia Militar e ao seu sistema de ensino.
Não sei se tão relevantes foram esses serviços, mas afirmo que durante os sete anos em que dirigi o referido Colégio entreguei-me de corpo de alma à missão e o fiz despontar, coadjuvado por excelente equipe de Especialistas, Professores e Corpo Administrativo, como Padrão em Minas Gerais, segundo avaliação da Secretaria de Educação, e, sem qualquer dúvida, o melhor de Barbacena.
Cheguei à direção daquele Colégio através de uma caminhada pelas fileiras da Corporação, na qual me alistei, em 1.954, com treze anos de idade, como aluno da Escola de Formação Musical do 9º Batalhão, escola essa criada pelo Governador Juscelino Kubitscheck. Nessa caminhada e graças à PMMG logrei alcançar dois cursos superiores, conquistar o primeiro lugar no Estado no Concurso Público para a Cadeira de História, patrocinado pela Corporação e, em seguida, ser nomeado Diretor do referido estabelecimento.
Com dedicação e apoio do saudoso Coronel Walter Rachid Bittar, Chefe do Estado Maior da PMMG e do não menos saudoso Dr. Chrispim Jacques Bias Fortes Secretário de Obras do Estado, edificamos o novo prédio do Educandário, remodelamos a sua administração e implantamos o Serviço de Supervisão Pedagógica.
Foram vinte e oito (28) anos vividos no seio da Corporação, da qual me desliguei para encetar carreira na Magistratura do Estado de Rondônia. Reconheço, sinceramente, que a comenda a mim conferida, ultrapassa, e muito, os meus méritos, se é que os tenho, mas a recebi com orgulho e a consciência tranquila de quem tudo fez em prol da educação mineira e em especial da juventude barbacenense.
Hoje, assisto no noticiário haver Vossa Excelência conferido igual comenda a um tal Stédile, de quem ouço falar como invasor de propriedades alheias, de incentivador da desobediência civil, da liderança de insurrectos e como comandante de um exército ilegal e nocivo à segurança nacional.
Respeito a escolha de Vossa Excelência por essa atitude, mas me recuso ao nivelamento a que estão submetidos os nomes de grandes brasileiros que também foram distinguidos pelos governadores que lhe antecederam.
No Brasil atual em que a corrupção endêmica é a tônica do noticiário, em que a mediocridade se sobrepõe à criatividade; a esperteza à honestidade, a incompetência à capacidade e o corporativismo partidário aos interesses maiores na nação, sinto quão imerecida se apresenta essa condecoração, eis que grandes nomes do cenário nacional, em todas as áreas da atividade, são ignorados neste momento pelos governantes de plantão.
Prefiro tê-la merecido sem ostentá-la que dividi-la com quem nada fez em prol do Brasil, da ordem pública e muito menos por Minas Gerais onde é ilustre desconhecido.
Nesta oportunidade peço desculpas ao ilustre Coronel PM Jair Cançado Coutinho e ao Governador Francelino Pereira dos Santos por esta atitude, afirmando, contudo que maior que a comenda que me concederam é a gratidão que por eles guardo no recôndito do meu coração.
Não me julgo superior a esse senhor Stédile, mas a minha modesta biografia, a minha devoção ao meu Estado natal, -berço e sacrário da nossa liberdade- recomendam-me não aceitar esse nivelamento, razão pela qual e por imperativo da minha formação cívica, renuncio ao galardão, com pesar, é verdade, mas convicto de que faço o que dita minha consciência.
A medalha, a passadeira e o respectivo Diploma seguem endereçadas ao Cerimonial do seu governo, via SEDEX com aviso de recebimento.
Atenciosamente.
Brasília, 21 de abril de 2015
MOZART HAMILTON BUENO
RG: M.1.319,984 SSP-MG (mhbueno@brturbo.com.br) https://www.facebook.com/mozarthamilton.bueno?

Sem consultar o POVO, LULA E DILMA  promovem uma VERGONHOSA FARRA DE CONDECORAÇÕES!

Art. 1° A Ordem de Rio Branco, instituída pelo Decreto n° 51.697, de 05 de fevereiro de 1963, com o fim de galardoar as pessoas físicas, jurídicas, corporações militares ou instituições civis, nacionais ou estrangeiras que, pelos seus serviços ou méritos excepcionais, se tenham tornado merecedoras dessa distinção, é composta dos seguintes graus:

a) Grã-Cruz

b) Grande Oficial
c) Comendador
d) Oficial
e) Cavaleiro

Lula, em seu governo de delírios, promoveu verdadeira farra usando as Forças Armadas para homenagear seus bajuladores, gente irrelevante para para a Nação, na maioria das vezes, gente envolvida em crimes e em escândalos de corrupção, caso do ex-governador Arruda, ou de Genoino. Até a atriz Tais Araujo foi condecorada só porque a COMENDADORA Marisa Letícia (também condecorada) , sua esposa, gostava da novela onde a atriz foi protagonista.Taís Araújo foi condecorada pelo o presidente Lula e a primeira-dama Marisa Letícia. Ela recebeu a comenda Oficial da Ordem de Rio Branco, uma das mais altas honrarias concedidas pelo governo brasileiro . O motivo de Lula: Taís foi a primeira protagonista negra de uma novela das oito na rede plim-plim, além de ajudar a divulgar o Brasil. É certo que trata-se de uma excelente atriz, que faz muito bem o seu trabalho como tantos outros, mas nada além disso que possa justificar tão grande honraria com um símbolo nacional!

Pior foram as várias condecorações concedidas à Marisa Letícia, aquela que se esbaldou com uso dos cartões corporativos quando era a inexpressiva primeira-dama.

Dona Marisa (consulte Google) não fez um gesto, nem tampouco um leve aceno, sequer em benefício de obras sociais que nos acostumamos a ver em outras primeiras damas que a antecederam.

Na carona da incompetente primeira-dama Marisa Letícia, também foram contempladas com a mais alta condecoração da diplomacia brasileira Ana Maria Amorim, mulher do chanceler Celso Amorim, Mariza Campos,  mulher do vice-presidente José Alencar, que aparecem ao lado de Erenice,  aquela Erenice…Lembram?

GENERAL ENZO, de canalhas e lacaios do PT este Brasil está cheio: honre-nos com uma atitude de um verdadeiro GENERAL!

BASTA DE HOMENAGENS À PESSOAS IRRELEVANTES, CHEGOU A HORA DE O POVO SER HOMENAGEADO,  e não existe melhor homenagem do que reaver a Medalha do Pacificador erroneamente pendurada no peito deste criminoso CONDENADO, portanto, esperamos que o senhor tenha uma atitude de um GENERAL PATRIOTA!

O Caso à parte do criminoso e mal brasileiro STEDILE é de arrepiar!

Ovacionado  e festejado por petistas da alta cúpula,  ao contrário de Marisa Letícia, que sem o Lula da Silva no final do nome ninguém sabe e ninguém jamais viu ou ouviu dizer, no dia 1º de dezembro de 2.010,  o conhecido  chefe do criminoso MST, JOÃO PEDRO STEDILE, foi condecorado pela Câmara dos  Deputados com a Medalha Mérito Administrativo!

Este mesmo Stedile  avisou ao companheiro – na época –  presidente Fernando Lugo (ex-bispo católico, solteiro, um filho reconhecido, outros dois à espera da confissão do pai) que pode contar com tropas do MST para o confisco das instalações da hidrelétrica de Itaipu e para a expulsão dos brasiguaios, agricultores brasileiros que trabalham a terra no país vizinho. É , ou não, um traidor covarde?

http://www.mst.org.br/2015/07/06/movimentos-populares-se-levantam-contra-o-golpe.html

 

 

Anúncios

SEU COMENTÁRIO É IMPORTANTE - OBRIGADO

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s